Letras Web
Filii Nigrantium Infernalium

Moira

Filii Nigrantium Infernalium

7 acessos

Eu navego nas trevas, não é fácil matar-me
De Khali surgi, abismos bebi, a queda
É a minha ascensão

Esta roda é infinda (criação caprichosa!)
Destino fatal, fado infernal
Para mim já não há redenção

Moïra - Inferno

Maré cheia de roxos, praia negra de lava
As cinzas de Deus, de Deus Satanás
Nas ruínas de Pã celestial -

Pisei terra queimada. Ludibriei o Caronte
Cristo beijei. Veneno jorrei. Para o fundo
Do seu coração

Moïra - Inferno

Esta roda infinda - criação caprichosa!
Cristo beijei, ejaculei
A seiva da redempção

Moïra - Inferno

Rock'n'Roll - Magna mors


Top Letras de Filii Nigrantium Infernalium

  1. Herança De Outono
  2. A Era Do Abutre
  3. Moira
  4. Bordel No Éden
  5. Cães De Guerra
  6. Calypso
  7. Morte Geométrica
  8. Azur
  9. Inverno, Trono Inverno
  10. Abadia Do Fogo Negro

Pela Web