Letras Web
Paiozinho e Zé Tapera

Tormento

Paiozinho e Zé Tapera

89 acessos

Estou sofrendo neste mundo amargurado
É muito triste viver nesta solidão
Mas reconheço que eu mesmo fui culpado
Dei meu afeto a uma mulher sem coração

Louco de amor entreguei o meu carinho
Àquela ingrata que não soube compreender
Agora eu vivo desprezado tão sozinho
Só deus que sabe o quanto é triste o meu viver

Quando anoitece eu entro no meu quarto
E o desespero me invade o pensamento
Pra consolar eu vejo o teu retrato
Mas por castigo mais aumenta o meu tormento

E por saber que ela vive em outros braços
Trocando beijos e juras de amor
Enquanto eu sofro o meu triste fracasso
Aquela ingrata ainda sorri da minha dor


Top Letras de Paiozinho e Zé Tapera

  1. Não Falem das Mulheres
  2. Flor Sem Perfume
  3. Tormento
  4. Mulher de Ninguém
  5. Não Amo Ninguém
  6. Decisão Cruel
  7. Flor da Lama
  8. Mulher Sem Alma
  9. Regresso do Boêmio
  10. Fingida

Pela Web