Letras Web
Paiozinho e Zé Tapera

Regresso do Boêmio

Paiozinho e Zé Tapera

70 acessos

Meu amor não quero mais os teus agrados
Venho dar-te para sempre o meu adeus
Não suporto mais a vida a teu lado
Ser boêmio sempre foi o sonho meu

Eu não posso prosseguir mais nessa vida
Não suporto o silêncio desse lar
Um recanto sem violão e sem bebida
É um inferno que eu não posso suportar

Vou trocar o teu amor pela orgia
Meu destino eu não posso transformar
Sou escravo da sublime melodia
Sou amante das estrelas e o luar

Sempre foste carinhosa e sincera
Mas a boemia me faz te esquecer
Se tenho outras que vivem a minha espera
Eu não posso viver só para você

Em minha ausência todas luas vivem triste
E mesmo a lua me convida pra voltar
Nas madrugadas serenatas não existem
Meus companheiros já não querem mais cantar

Todos pedem que eu volte novamente
Trazer de novo a alegria que morreu
Pra dar conforto e alegrar aquela gente
Só mesmo sendo um boêmio como eu


Top Letras de Paiozinho e Zé Tapera

  1. Não Falem das Mulheres
  2. Flor Sem Perfume
  3. Tormento
  4. Decisão Cruel
  5. Mulher de Ninguém
  6. Não Amo Ninguém
  7. Flor da Lama
  8. Mulher Sem Alma
  9. Regresso do Boêmio
  10. Fingida

Pela Web