Letras Web
Dimmu Borgir

Reptile (tradução)

Dimmu Borgir

21 acessos

Olhos brilhantes, olhos fixos
Manifesto da presença do mal
Com entidades varreu na doença e decadência
A queda do paraíso além da redenção
Wrathchild arrebol (WTF)
Ele que fala de tesouros noturnos
Ele, que envolve a serpente ao redor do meu pescoço
Ele que derrama vinho venenoso em meu cálice
Ele que me deixa servir e escapar
... e por isso vou tomar refúgio
Na ausência da luz
Escondendo como uma miniatura mascarada no escuro
Um fantasma sem alívio parece
Para a arte de se tornar uma progênie
E de ser levantado em tal maldição
É sempre rastejar entre os mortais haive
Infestando os mortos em herdes
Sua grandeza de orientação em ida e volta obscuro
Ele, que mergulhe as mãos em emoções sullen
Seus caminhos em que dominação persistem
Ele que se atreva a proove a sanidade da mina
Ele que fala de tesouros noturnos
Ele que me deixa servir e escapar
Criatura sobrenatural vazio negro rastejando
Proibida, esquecido, bastante subestimado
Bastardos em forma de anjos segurando minhas mãos
Passando-me o que está à esquerda do vinho

Letra original

Glowing eyes, staring eyes
Manifest of evil presence
With entities swept in disease and decay
A fall from paradise beyond redemption
Wratchild's afterglow
He who speaks of nightly treasures
He who wraps the serpent around my neck
He who pours poisonous wine in my chalice
He who lets me serve and slip away
...and so I will take shelter
in the absence of the light
Hiding like a masked miniature in the dark
A revenant without relief it seems
For the art of becoming a progeny
and to be raised in such curse
Is to forever creep among haive mortals
Infesting the dead in herdes
His grandeur of guidance in roundtrips obscure
He who immerse my hands in sullen thrills
His paths on which domination linger
He who dares to proove the sanity of mine
He who speaks of nightly treasures
He who lets me serve and slip away
Black unearthly void creature crawling
Forbidden, forgotten,fairly underrated
Bastards in the shape of angels holding my hands
Passing me what is left of the wine


Top Letras de Dimmu Borgir

  1. Mourning Palace (tradução)
  2. Gateways (tradução)
  3. The Serpentine Offering (tradução)
  4. The Sacrilegious Scorn (tradução)
  5. Dimmu Borgir (tradução)
  6. Burn In Hell (tradução)
  7. A Succubus In Rapture (tradução)
  8. Entrance (tradução)
  9. Progenies Of The Great Apocalypse (tradução)
  10. Puritania (tradução)

Pela Web