Letras Web

Tomando Cuba

Lam Parkinson

3 acessos

São tantas palavras argumentos diário, por uma sociedade perfeita
Grandes reuniões com chicletes mascados, no canto e cabeceira da mesa
Colecionando grifes de sapatos carros,desfilando com suas baronesas
Com as ilhas cayman de joelhos dobrados, sonhando agradecendo a Deus
Enquanto isso aqui do lado de fora, a grande massa continua a ter
A liberdade de palmas e festa
E tira o pé do chão
E vão tomando cuba
Tudo que se crê produz no futuro, um sentimento profundo
De viver sem pensar e sentir que o vulgar, e o alimento do mundo
Uma caixa lacrada de cartas marcadas, e o juiz com a chave na mão
O fiel jornalista joga fora o diploma, a cultura já tomou um sabão

Enquanto isso aqui...
Tudo quanto se expõe ou exprime é uma nota, a margem de um apagão
A cabeça vazia com corrente sanguínea, coloca a regra em um paredão
A segurança do forte vai virando fraqueza, correndo sempre atrás de um milhão
Enquanto isso aqui do lado de fora, a grande massa continua a ter
A liberdade de palmas e festa
E tira o pé do chão
E vão tomando cuba
Numa grande festa, e vão tomando cuba
Assistindo a novela, e vão tomando cuba
E produzindo gente, e vão tomando cuba

Top Letras de Lam Parkinson

  1. Visita
  2. Extinção Lógica
  3. Tarja
  4. O Livro
  5. Paixão de Aço
  6. A Joia Rara
  7. Tomando Cuba