Letras Web

Anil

Barbara Marques

7 acessos

Sempre só, ninguém sabia enxergar
Ela era como o ar
Tão distante o seu olhar
Mesmo sem se ver, diz tanto o seu andar

Todas as ruas da cidade
Chuva e multidão
Céu e chão da mesma cor

Tudo ficou pela metade
Mundo e coração
Era invisível seu amor

Mas no fundo ela sabia escutar, sabia escutar
Entre as vozes do silêncio a ecoar
O céu anil

Sempre só, ninguém sabia escutar
Ele mudo a sussurrar
Tão distante o seu pensar
Mesmo sem se ouvir, diz tanto o seu falar

Todas as ruas da cidade
Chuva e multidão
Céu e chão da mesma cor

Tudo ficou pela metade
Mundo e coração
Ninguém ouve o seu amor

Mas no fundo ele sabia enxergar, sabia enxergar
Entre as nuvens do vazio a revelar
O céu anil

E numa rua da cidade
Chuva e multidão
Ele viu e ela ouviu

Era tão simples na verdade
Mundo e coração
Sob céu de mesmo anil

Mas no fundo ela sabia escutar, sabia escutar
Entre as vozes do silêncio a ecoar
O céu anil

Mas no fundo ele sabia enxergar, sabia enxergar
Entre as nuvens do vazio a revelar
O céu anil

Top Letras de Barbara Marques

  1. Nós e os Nós
  2. Erros Perfeitos
  3. Arrepio
  4. Entre
  5. Sem Rascunho
  6. Demorou
  7. Meu Jeito de Viver
  8. Alto-falante
  9. Entre (tradução)
  10. Um