Letras Web
Projota

Projeção part. Emicida

Projota

134 acessos

Cê ta preparado irmão? Eu to! Haha
Ligeiro em cada passo
Hey, sei que você já sonhou em ser alguém
É, sonhei também
Mas quem te disse que hoje você não é ninguém?
Refém do que tu tem, do que tu quer
Do que tu sonha e não acreditaque é real do que tu quiser
O tempo passa e muitas cenas virão
O tempo passa e as hienas rirão
O tempo passa então centenas dirão o quanto somos importantes
Meu irmãos confiam
Tantos olham pra você, com olhar de desprezo
Que seja aceso o fogo da nossa vitória
Passei ileso por entre corpos caídos no chão
E agradeço ao mundão por escutarem a minha história
Você que quer ter mais que um salário
Que aguenta o xingo de um otário
Pra garantir o seu pão
Aproveita que ele está longe, irmão
Essa é a sua hora, vive mais e pau no cu do do seu patrão!

[Refrão]

Vagabundo, levanta a sua mão
Tenta tocar o céu e olha de cima esse mundão
Mais longe da escuridão, mais longe da solidão
Mais perto da Projeção! (2x)

Cada pessoa é uma ilha, lobos da matilha
Seu arquipélago precisa de você
Cada música é uma filha, pra elas eu do vida
E elas só nascem quando vêem você entender
Meus olhos brilham mais que um farol de milha
Meu corpo sangra e deixa rastros nessa trilha
Pra quem seguiu os meus passos como fiz com rastros
De quem veio antes de mim, enfim, o Rap é uma família
Pros meus irmãos eu sou o Sol, eles são o céu
A minha vida é um pedaço de papel em branco
Nosso ataque é franco
Vou pela frente, não fique contente
Alguns dos meus ti atacam pelo flanco
Quando cada sofredor, cansar de sentir dor
Vou ver que essa vitória é possível pra quem se ama
Muitos ternos vão sujar na lama, Obama, Osama....... Não!
Meu líder é o meu próprio coração

[Refrão]

Vagabundo, levanta a sua mão
Tenta tocar o céu e olha de cima esse mundão
Mais longe da escuridão, mais longe da solidão
Mais perto da Projeção! (2x)

Milhares de olhares imploram socorro na esquina
No morro a fila anda a caminho da guilhotina
Várias queima de arquivo diária com a fome
E vão amontuando os corpo de quem não tem sobrenome
Eu vi, com os próprios olhos a sujeira do jogo
Minha conclusão é que muito buzo ainda vai pegar fogo
Aí, todo maloqueiro tem em si
Motivação pra ser Adolf Hitler ou Gandhi
E se a maioria de nóis partisse pro arrebento?
A porra do congresso tava em chama faz tempo!
Eu nasci junto a pobreza que enriquece o enredo
Eu cresci onde os muleque vira homem mais cedo
Com as mochila do aluno, presente, as tag com nome
As garrafa de vinho nas costas dos neguinho
Não vim pra trair minhas convicções, em nome das ambições
E arrebatar multidões, ao diluir meus refrões
Não! eu podia, e se eu quisesse vendia
Mas sou tudo aquilo que pensaram que ninguém seria
Se o rap se entregar favela vai ter o que?
Se o general fraquejar soldado vai ser o que?
Tem mais de mil muleque aí querendo ser eu
Imitando o que eu faço, "tio, se eu errar fudeu!"
Ser MC é conseguir ser H ponto aço
No fim das contas fazer rima é a parte mais fácil
Já escrevi rap com as ratazana passeando em volta
Tio! goteira na telha, tremendo de frio
Quantos morreu assim e no fim quem viu!?
Meu, cês ainda quer memo ser mais rua que eu!?

Vagabundo, levanta a sua mão
Tenta tocar o céu e olha de cima esse mundão
Mais longe da escuridão, mais longe da solidão
Mais perto da Projeção! (2x)


Top Letras de Projota

  1. Muleque de Vila
  2. O Homem Que Não Tinha Nada
  3. Elas Gostam Assim (part. Marcelo D2)
  4. Foco, Força e Fé
  5. Pra Não Dizer Que Não Falei do Ódio
  6. O Suficiente
  7. Até o Final
  8. Oh! Meu Deus
  9. A Rezadeira
  10. Mulher (part. Marlos Vinicius)

Pela Web