Letras Web
Gugasan

Pobre Garotinha Ruiva

Gugasan

9 acessos

Pobre garotinha ruiva
Da feirinha de São Tomé
Brigava com seus cabelos
Enquanto corria até
A casa da Tia Alice
Pequena e sem portão
Iluminada pela luz
Da força de um trovão
De um trovão....

As quatro e quarenta e cinco
De uma tarde tempestuosa
Corria a garotinha ruiva
Do medo que lhe perseguia
E corria.

E corria

Ao seu redor o grito das mandrágoras
E bem pior..perdeu-se pelo caminho
Raios, dizia...enquanto corria
Oh, tormenta que a assombrava
Enquanto a noite caia

Caia

Trêmulas passadas por becos obscuros
Ao som da tempestade que inundava seu pensamento
E o cimento no chão batido
Anoitecido por horas insanas
Horas, dias, semanas...semanas
Horas, dias, semanas...semanas

Até que ela se tocou
Que o que ela tinha tomado
Com gosto de boldo queimado
Era um tal refresco encantado
Do velho Astrubal Guiné
O eremita dos olhos de vidro
Da feirinha de São Tomé ----4x

Olha a garotinha ruiva fugindo da tempestade.....4x


Top Letras de Gugasan

  1. Apartamento 1901
  2. Quebraram Meu Violão
  3. Pobre Garotinha Ruiva
  4. Moça Society
  5. Não Bebo Tanto Assim

Pela Web