Letras Web
Forrozão Sola do Pé

Dor Bandida

Forrozão Sola do Pé

2 acessos

Mais quando bate uma saudade
Chega e dói no peito
Sem hora de sair
E nessa hora que a tristeza acorda
Com todas as lembranças
De você aqui.
O desespero chega e me invade,
Contra a minha vontade de querer lembrar.
De uma pessoa que me fez sofrer,
E não sei o porque eu vivo a imaginar.
Até parece que é um castigo,
Que ficou comigo,
E não quer me largar.
Impregnando toda minha alma,
Perco a minha calma,
E só que me matar.
Tá machucando todo o meu peito,
Me pegou de jeito sem explicação.
Tá bagunçando toda minha vida,
É uma dor bandida no meu coração.

Tem nada não, um dia eu vou tirar você
Dentro de mim.
Tem não, essa saudade demorar mais vai sumir.
Tem não, hoje você é quem me vê chorar,
Quem sabe um dia,
O jogo vire, e é você que vai chora.
Tem nada não, um dia eu vou tirar você,
Dentro de mim.
Tem nada não, essa saudade demora mais vai sumir.
Tem nada não hoje você é quem me vê chorar.
Quem sabe um dia,
Essa tristeza possa mudar de lugar.
Quem sabe um dia,
Essa tristeza possa mudar de lugar.


Top Letras de Forrozão Sola do Pé

  1. Desejo Primitivo
  2. Dor Bandida

Pela Web