Letras Web
Fabio Brazza

Mãe

Fabio Brazza

156 acessos

“É, mãe... Já são aí quatro anos longe de casa
Mó saudade. Mas fica tranquila, viu? Já tô voltando.”

Mãe, você é a razão da minha vida
Meu coração deve a você cada batida
Rainha, chefe de cozinha preferida
Sou seu fã de carteirinha, ó
Principalmente na comida
Nada se compara ao seu tempero
Da sala sinto o cheiro que exala seu bolo caseiro
Fala parceiro, mãe é igual, só muda o endereço?

Então cê não conhece a mesma mãe que eu conheço
Eu, sempre travesso, não mereço, não tem preço
O que você fez por mim nem sei como eu te agradeço
Educação, sim, vem do berço
E essa canção não te explica nem um terço, mãe
Toda vez que chega a hora da partida
Bate mais forte o coração na despedida

E, por mais que eu jure não chorar,
Quando eu te vejo emotiva, já não consigo me controlar
Aí te dou aquele abraço que não se finda
E antes de partir fico a esperar a vinda
Mas o relógio da vida jamais se atrasa
E tem horas que é preciso sair de casa

Mãe, desculpa tive que partir
Eu não quero te ver chorar
A vida é feita pra sorrir
Prometo que já vou voltar
Mãe, desculpa tive que partir
Eu não quero te ver chorar
A vida é feita pra sorrir
Prometo que já vou voltar

Mãe, lembra quando eu era moleque?
Só queria tocar samba, jogar bola e cantar rap
Pois é, aqui distante não mudou muito, não
Mas acho que tô mais maduro diante de tanta obrigação
Às vezes ainda pareço uma criança
Mais uma coisa que você deixou de herança
Pois meu maior orgulho é saber
Que de algum jeito o meu jeito traz um pouco de você
Quanta saudade do henrique, do alê,
Da leocir, do tio tato, e todo mundo aí da rua
Quanta coisa boa, como posso esquecer?

Mas a saudade maior, mãe, ainda é sua
Não se preocupa, não, que quando eu me sinto sozinho
Pra me consolar, toco o meu cavaquinho
Coloco o cartola, o mundo é um moinho
Ou aumento no máximo um cd do zeca pagodinho
E assim eu deixo a vida me levar
Com aquela alegria que contagia aonde quer que eu vá
Porém tem vezes que a saudade me arrasa,
E aí eu conto as horas pra poder voltar pra casa

Mãe, desculpa tive que partir
Eu não quero te ver chorar
A vida é feita pra sorrir
Prometo que já vou voltar
Mãe, desculpa tive que partir
Eu não quero te ver chorar
A vida é feita pra sorrir
Prometo que já vou voltar

Desculpa se eu não respondi aquele e-mail
Desculpa se a carta que cê pediu ainda não veio
Mas tenha certeza, quando eu deito no travesseiro
Em cada oração o seu nome sempre é o primeiro
No meu coração, no primeiro degrau
Em um pedestal, acima do bem e do mal
É minha fé, como mulher, meu ideal
Inspiração maior, como a bahia foi pra dorival

Mãe, amor materno, amor eterno
Tão terno e puro, meu conforto, meu porto seguro
Juro jamais te deixar sozinha
Porque sou um pedaço da sua alma
E você é um pedaço da minha
É, mãe, as coisas não tão fáceis por aqui
Vira e mexe, eu até penso em desistir

Mas de repente me pego pensando em ti
E seu exemplo é o que me dá forças pra prosseguir
Eu sei, um filho segue o seu próprio caminho
Feito um passarinho, sai do seu ninho e bate as asas
Mas mãe, fique tranquila e me aguarde que eu te juro
Cedo ou tarde ainda vou voltar pra casa
Mãe, desculpa tive que partir
Eu não quero te ver chorar
A vida é feita pra sorrir
Prometo que já vou voltar


Top Letras de Fabio Brazza

  1. Jurei / Odin (part. Cynthia Luz)
  2. Mãe
  3. Anel de Giges
  4. História de Cinema
  5. Meus Heróis
  6. Desafio de Rima - Velocidade Máxima
  7. Vou Te Levar (part. Gabriel Elias e Vulto)
  8. Já Pensou
  9. Desafio de Rima - Pensamento Inverso
  10. Estopim (part. Nocivo Shomon, Eloy Polemico e Spinardi)

Pela Web