Letras Web

Ave Ventania

Candinho e Inês

17 acessos

Feito pássaro, feito música,
- Uma forma qualquer de ser livre e voar -
Onde os temporais, onde a estupidez
Não me quebrem as asas, nem tirem meu canto do ar.

Feito árvores, feito pétalas,
Florescer pelos campos, caminhos em qualquer lugar.
Menos, súdito, menos, máquina,
Ser sem dono não ter que cumprir, nem que comandar.

Poder um dia
Ver meu filho beijando o futuronos olhos da manhã;
E a alegria
Se abrindo nas flores cheirando a jasmins e maçã.
Só não queria
Esses olhos de medo e, na boca, um gosto de verão;
Só não queria
Essa chaga no peito, esses cravos nospés e nas mãos.

Ah! Pudesse um dia
Feito ave, ir ao céu, sair do chão.
Ave ventania
Eu varria da mente da gente essa escuridão

Hoje eu me vejo deserto,
Pensamento em desvario,
Coração atado, mãos vazias;
Minhas palavras já não fazem mais sentido,
Fui homem.
Hoje, cavaleiro, herói vencido,
- Anjo caído -
De braços abertos, feito cruz,
Enquanto Judas e Pilatos se banham em luz.

Top Letras de Candinho e Inês

  1. Faróis
  2. Renovação
  3. Beija-Flor
  4. Ave Ventania
  5. Pérolas e Pétalas
  6. Aflição dos Homens
  7. Lavadeira
  8. Solidão
  9. Verde Bandeira
  10. Canção da Manhã