Letras Web
Cadê Meu Copo

A Paz Será Vingada

Cadê Meu Copo

8 acessos

Deixe sair!
Toda aquela vontade que não te deixava dormir
Deixe gritar!
Por todas as vezes que não te ouviram falar
Deixe saber!
Que as velhas correntes não podem mais te prender
Deixe explodir!
Toda a indignação que te trouxe até aqui

Então diga-me!
Que aquele meu sonho não foi em vão
Que a intolerância deu lugar à razão
E que o ódio cego um dia acabará então
Oh diga-me!
Que a esperança não foi metralhada
Que a justiça não foi comprada
E que no final, a paz será vingada, vingada

Faça pensar!
Porque parados não podemos mais ficar
Faça o que é certo!
Com a bandeira na mão e com o seu rosto coberto
Faça entender!
Que os homens de terno tentarão confundir você
Faça enxergar!
Que a hora do nosso strike vai chegar

Então diga-me!
Que aquele meu sonho não foi em vão
Que a intolerância deu lugar à razão
E que o ódio cego um dia acabará então
Oh diga-me!
Que a esperança não foi metralhada
Que a justiça não foi comprada
E que no final, a paz será vingada... vingada. (2x)


Top Letras de Cadê Meu Copo

  1. A Paz Será Vingada

Pela Web