Letras Web
Barrako 27

Crítico da Net

Barrako 27

6 acessos

Não somos deficientes não temos limitações
Há quem nos queira ver no fundo sem aparentes razões
Que esperem sentados, porque é longa a espera
Ganharam calos no cu foram figura kimbera

Vivem da mentira que veste sempre o melhor fato
Gratuitamente mas o ódio é um facto
Piratas da net que nunca mostram o focinho
Consolados na cadeira em formato de pepino

Parecem comadres, zangados sabem-se a verdade
Violados em pequenos agora querem ser padres
A verdade é maquilhada vestida para matar
Gajos atrás do ecrã tentam-na manipular

Espalham o volante num abrir e fechar d'olhos
Sem respeito pela arte, gajos desses são aos molhos
Olhos nos olhos, dou a cara nestas lutas
Faço rap para homens não o faço para putas

Disputas não, é nuclear não obrigado
Uso teclas para criar, contra ataco quando atacado
Não me defendo a mim, enfim defendo a cultura
Porque a mim ninguém me toca só quando estou de sultura

Aí cago-me todo não adianta ser valente
Cago-me de tanto rir quando tenho a net á frente
Tanta ignorância em torno do movimento,
Quem ladra teclados que mostre lá esse talento

Crítico da Net
Como não tens quem te ama, só amas o teu PC
Crítico da Net
Vai difamar o caralho, o teu trabalho nem se vê
Crítico da Net
Mostra lá esse focinho, põe á prova o teu valor
Crítico da Net
Toma. Embrulha, por favor

Teclistas, ponheteiros, acordei de mau humor
Saquem lá este som, chamem-me nomes por favor
Usem o nickname, e mal tratem os artistas
Vocês contam que tropece, nós contamos as conquistas

Enquanto difamas, eu dou um peido e fumo um charro
Nesta letra de merda o instrumental ficou bem caro
Paro, penso: Agora é que me vão odiar
Dou outro peido fumo outro charro, estou-me a cagar

A quem serve a carapuça, certo vai-se coçar
Conheço um psiquiatra que te posso aconselhar
Se é vício é doença, espera que a gente vença
essa dor de corno passa, espero com paciência

Não preciso que gostem do hip hop do Porto
Também só gosto de respeito não de carne de porco
Põe-te na fila, não te armes em reguila
Antes não ter estilo, que ter estilo de larila

Há gente que não vacila com fortes opiniões
Se fazem uma boa crítica, aceito (pois pois)
Negativa, positiva, tem quer ser, é construtiva
Incentivando a manter esta cultura viva

De que forma dás apoio se nem compras um CD
Devias ter um espelho á frente, em vez de ter um PC
Desliga, não ouças. Não gostas, não comem
Atrás desse monitor, deves ser muito homem

Crítico da Net
Como não tens quem te ama, só amas o teu PC
Crítico da Net
Vai difamar o caralho, o teu trabalho nem se vê
Crítico da Net
Mostra lá esse focinho, põe á prova o teu valor
Crítico da Net
Toma. Embrulha, por favor

Críticos da Net
Embrulha, por favor
Críticos da Net
Embrulha, por favor
Críticos da Net
Embrulha, por favor
Críticos da Net
Embrulha, por favor

Sara Sousa.


Top Letras de Barrako 27

  1. Meras Palavras Raras
  2. Dança Dos Vandalos
  3. Enfeitiçado Pela Quimica
  4. Donos do Talho
  5. 27 a Sentir
  6. Abraço Forte
  7. O Despertar
  8. Mc's da Moda
  9. Eu Quero a Liberdade Jah
  10. Pop Trolha de Valbom

Pela Web