Letras Web
Alaim Tavares

O Bode

Alaim Tavares

7 acessos

Vai, boiadeiro, que a noite já vem,
Guarda o teu gado e vai pra junto do teu bem,

De manhãzinha, quando eu sigo pela estrada,
Minha boiada, pra invernada eu vou leva,
São dez cabeça, é muito pouco, é quase nada,
Mas não tem otras mais bonitas no luga,
Vai boiadeiro, que o dia já vem
Leva o teu gado, e vai pensando no teu bem,
E a tardinha, quando eu venho pela estrada,
A filharada, tá todinha a me espera,
São dez filhinho, é muito pouco, é quase nada,
Mas não tem outros mais bonitos no lugar,
Vai boiadeiro que a tarde já vem,
Leva o teu gado e vai pensando no teu bem,
E quando eu chego, na cancela da morada,
Minha Rosinha, vem correndo me abraça,
É pequeninha, é miudinha, é quase nada,
Mas não tem outra mais bonita no luga,
Vai boiadeiro, que a noite já vem,
Guarda o teu gado, e vai pra junto do teu bem!


Top Letras de Alaim Tavares

  1. Terra Festeira
  2. Rapunzel
  3. Folia de Rei
  4. Rede
  5. O Bode
  6. Manda Ver
  7. Mimar Você
  8. Bate Couro

Pela Web