Letras Web
Último Vagão

Burguesa Moça

Último Vagão

2 acessos

Cade a moça que seria tão clichê se esquecesse de compor
Cade a coisa que teria guardada ai no frasco todo meu amor, amor
Por que essa burguesa não rouba este frasco?
Abre e joga todo o meu amor em você
Não deixe que a fragrância desça pelo ralo
Pois já cansei de todos esses dias te entreter

As coisas que procuram já não são mais suas
Vem me achar burguesa
Nas tais dezesseis luas, luas

Enquanto isso eu espero o ponteiro do relógio se alinhar
Com as estrelas que estão sendo refletidas no luar
Escutando bem baixinho nessa noite sem problemas
O mestre Tom Jobim falar dessa garota de Ipanema
Garota de Ipanema

As coisas que procuram já não são mais suas
Vem me achar burguesa
Nas tais dezesseis luas, luas

É só me procurar que eu vou estar lá
Tenho certeza de que vai me encontrar

As coisas que procuram já não são mais suas
Vem me achar burguesa
Nas tais dezesseis luas, luas
Nas tais dezesseis luas

As coisas que procuram já não são mais suas
Vem me achar burguesa
Nas tais dezesseis luas, luas, luas, luas


Top Letras de Último Vagão

  1. Burguesa Moça

Pela Web