Sérgio Marques e Marquinhos

Já Era

Sérgio Marques e Marquinhos

Já era, aquela dor que eu sentia
Já era
Eu duvidava e dizia:
Quem me dera, me ver livre dessa dor
Que só maltrata o meu coração

Acabou
O tempo de lamentação terminou
A lágrima insistente em meu rosto cessou
E o cenário de derrota se reestruturou

Eu era escravo
Mas o rei me deu carta de alforria, livre estou
Era como um peixe fora d’água, alguém sem valor
E com o mínimo de voz eu tirei forças e Deus me escutou

Passado, pecado, mas agora no presente diferente me tornei
A ponte entre o velho e o novo homem atravessei
E a mudança que eu queria, na fé eu conquistei

Sempre que eu quiser falar com Deus
Contar a ele os sofrimentos meus
Ele estará disponível, é incrível o meu Deus
Ele ouve a minha oração
Responde com exata precisão
Ele apaga o meu passado e deu um fim na solidão

Curte essa música? Espalhe nas redes sociais!

Recomendado para você

Curtiu? Deixe seu comentário!