Letras Web
Paiozinho e Zé Tapera

Triste Caminho

Paiozinho e Zé Tapera

45 acessos

Maldigo a hora em que surgiste em meu caminho
Maldita hora em que eu te conheci
Os teus abraços me feriu como espinho
E os teus beijos nunca mais eu esqueci

Fez me esquecer que eu tinha compromisso
Eu esqueci que era dono de um lar
Por sua causa eu fiz tanto sacrifício
E o meu suplício foi somente por te amar

Os meus amigos ao me ver alucinado
Sorriem de mim ao me ver eu te beijar
E por saber que eu tinha um lar honrado
E a seu lado neste ambiente eu vim morar

Hoje eu vivo sem um lar e sem abrigo
Vou caminhando sem saber pra onde irei
Chego a chorar quando eu sei que os meus amigos
Beijam e abraçam a mulher que eu tanto amei


Top Letras de Paiozinho e Zé Tapera

  1. Não Falem das Mulheres
  2. Flor Sem Perfume
  3. Tormento
  4. Não Amo Ninguém
  5. Mulher de Ninguém
  6. Decisão Cruel
  7. Mulher Sem Alma
  8. Flor da Lama
  9. Chofer de Estrada
  10. Regresso do Boêmio

Pela Web