Padre Robson de Oliveira

Meu Porto, Meu Cais

Padre Robson de Oliveira

Toca-me,senhor cura-me,senhor
Abraça-me senhor a ti estendo as minhas mãos
Segura-me,ó pai tu és meu porto,tu és meu cais

Afaga-me na unção acalma o meu coração
A mão que me cura e liberta o pão da vida
A vida eterna pois aquele que crê em ti
Pra sempre viverá tu és fiel a verdade,o caminho da luz

O alimento que me sustenta o amor que me conduz
Tu és fiel és o verde da natureza água viva em correnteza
Céu de estrelas a brilhar tu és fiel a mão que cura e liberta

O pão da vida,a vida eterna pois aquele que crê em ti
Pra sempre viverá tu és fiel a verdade,o caminho,a luz
O alimento que me sustenta o amor que me conduz
Tu és fiel és a verde da natureza água viva em correnteza
Céu de estrelas a brilhar

Curte essa música? Espalhe nas redes sociais!

Recomendado para você

Curtiu? Deixe seu comentário!