Letras Web
Odegrau

Garganta Profunda

Odegrau

19 acessos

A cidade me engoliu de novo
Amaral gurgel
Putas e travecos no sinal
Um corpo dorme inerme bêbado no chão
Sampa de caetano já morreu ou nunca existiu

Sirenes na esquina
Gritaria confusão
A rua fede mijo perto do metrô santa cecília
O rei do frango tem sempre a melhor cerveja
Pintaram o minhocão
O centro já ficou mais colorido

Top Letras de Odegrau

  1. Tobogã Pro Inferno
  2. Mulher-Leopardo
  3. Lilly e a Lâmina de Barbear
  4. A Musa do Verão Passado
  5. Garganta Profunda
  6. Gina, a Mulher de US$ 1.000.000,00

Pela Web