Letras Web
O Ilustre Desconhecido

Canalhocrata

O Ilustre Desconhecido

9 acessos

Tão dizendo pelas ruas... que o povo acordou!
Até eu que sou mais bobo, agora já sei quem sou!
Povo lindo, brasileiro, povo alegre e varonil,
Manda esse canalhocrata ir pra longe do brasil!!!
Que cara de pau do canalhocrata,
Contando a história que já contou...
Mudou só o terno e a cor da gravata!
Lá vem cascata, 71,caô !
Cheirou o projeto real do povo, de novo o sangue suga do país!

Nem vem, que eu não vou votar!
Só quando se candidatar,
Um político sem canudo e sem nariz!

Chega liberando geral, fala de eleição...
Diz que favelado tem que ser tratado como cidadão!
Aí depois de eleito, mete o pé, ele rala peito...
Ninguém sabe onde se esconde o vacilão!
Depois de ter dado o bote, escafedeu-se, marcou pinote,
Na cueca carregou nossa ilusão!

Que cara de pau do canalhocrata...
Contando a história que já contou...
Mudou só o terno e a cor da gravata!
Lá vem casacata, 71,caô !
Cherou o projeto real do povo,
De novo o sangue suga do país!

Nem vem, que eu não vou votar! só quando se candidatar, um político sem canudo e sem nariz!

Chega liberando geral, fala de eleição...
Diz que favelado tem que ser tratado como cidadão!
Aí depois de eleito, mete o pé, ele rala peito...
Ninguém sabe onde se esconde o vacilão!
Depois de ter dado o bote, escafedeu-se, marcou pinote,
Na cueca carregou nossa ilusão!

Tão dizendo pelas ruas... que o povo acordou!
Até eu que sou mais bobo, agora já sei quem sou!
Povo lindo, brasileiro, povo alegre e varonil,
Manda esse canalhocrata ir pra longe do brasil!!!

Top Letras de O Ilustre Desconhecido

  1. Canalhocrata

Pela Web