Letras Web

Xuxa é processada por grupo musical evangélico

Cantora estaria sendo processada por ter compartilhado uma paródia da música do grupo que falava sob

Por Rodrigo Bueno
26/04/2022 às 18:46
publicado em Notícias

Xuxa Meneghel, que dispensa apresentações por ser uma das celebridades mais conhecidas do Brasil, está sendo processada por um grupo musical evangélico infantojuvenil. As informações foram reveladas pela jornalista Fábia Oliveira. De acordo com a matéria, o processo foi movido pelo empresário Rony Nicolas Batista Barbosa, que representa o grupo R3.

Xuxa é processada por grupo musical evangélico

A apresentadora e cantora está sendo acusada pela republicação do vídeo da influenciadora LGBTQIA+ Liah Bracho, no qual ela usa um clipe do grupo como uma paródia musical sobre inclusão de pessoas transsexuais. Na postagem que foi feita e que está sendo motivo do processo, Xuxa compartilhou a paródia e escreveu o seguinte texto:

“Deus não é preconceituoso, racista, homofóbico, e a única linguagem que Deus entende e aceita é do amor, quem falar o contrário é contra a lei de Deus, que é só amor, não existe amor num julgamento de outra pessoa, respeite as condições de todos que você estará mais perto de Deus”.

Xuxa é processada por grupo musical evangélico

Os advogados do grupo afirmam que Xuxa não tinham autorização do uso de imagem das crianças para tal finalidade e que o compartilhamento fez com que os menores sofressem diversos tipos de ataques devido o alcance de Xuxa. Os advogados do grupo teriam solicitado a remoção imediata do vídeo da conta da Xuxa.

Mas, de acordo com a jornalista, uma primeira decisão em relação ao processo já foi tomada pela justiça, que negou o pedido de remoção do vídeo da timeline de Xuxa. Atualmente ele está correndo em segredo de justiça na 3ª Vara Cível da Comarca de Indaiatuba, em São Paulo.

Até o momento, Xuxa não se manifestou publicamente sobre o assunto.

Últimas notícias

As mais acessadas


Pela Web