Letras Web

Polícia divulga laudo final da morte de Marília Mendonça

Informações foram divulgadas durante uma coletiva de imprensa.

Por Rodrigo Bueno
26/11/2021 às 14:11
publicado em Notícias

Foi divulgado nesta semana o laudo final da morte de Marília Mendonça e dos outros quatro ocupantes do avião que caiu em Minas Gerais. De acordo com as informações que foram divulgadas pela Polícia Civil de Minas Gerais, a causa da morte foi politraumatismo. Além da cantora, estavam a bordo da aeronave o tio da artista e que também era seu assessor, Abicieli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto, Geraldo Medeiros, e o copiloto, Tarciso Viana.

Polícia divulga laudo final da morte de Marília Mendonça

O laudo final foi assinado pelo médico-legista Thales Bittencourt de Barcelos. Os documentos afirmam que todos os ocupantes do avião acabaram se tornando vítimas de politraumatismo contuso, ocasionado pelo choque da aeronave com o solo.

A polícia ainda segue investigando quais teriam sido as causas do acidente. Um dos elementos que agora fazem parte da investigação é o depoimento de um piloto que decolou de Viçosa e pousou em Caratinga, e que estava a cerca de 20 minutos da aeronave que transportava Marília Mendonça.

Polícia divulga laudo final da morte de Marília Mendonça

Segundo o delegado Ivan Lopes Sales, também presente na coletiva, este piloto conversou por rádio com o piloto do avião da cantora que não reportou problemas na aeronave. "O que chama atenção, é que em um determinado momento, uma expressão que esses pilotos usam aqui, é que 'um piloto já estava na perna do vento da 02'. O que significa isso? Que o piloto já estava em procedimento de pouso", disse o delegado.

"Quando ele fala que estava 'na perna do vento da 02', pela oitiva desse piloto, a estimativa que se faz é de que o piloto que acidentou estava a 1 minuto, 1 minuto e meio do pouso, quando, infelizmente, parece que ele se chocou - a gente fala que 'parece', porque a gente ainda precisa dessa perícia - com a rede de transmissão da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais)", continuou.

Últimas notícias

As mais acessadas


Pela Web