Letras Web

Morre Genival Lacerda, vítima da COVID-19

Cantor foi considerado como um dos maiores nomes do forró no Brasil.

O cantor Genival Lacerda, considerado como um dos maiores nomes do Forró no Brasil, morreu nesta semana, aos 89 anos de idade. De acordo com as informações oficiais que foram divulgadas sobre a morte do artista, ele acabou entrando para a lista de vítimas da COVID-19 no Brasil. Genival chegou a ficar mais de um mês internado. A situação foi agravada pelo cantor ter tido um AVC no ano passado.

Morre Genival Lacerda, vítima da COVID-19

Genival Lacerda se tornou conhecido no Brasil inteiro por um conjunto de elementos que tornava ele um artista bem diferente da média. Começando pelas letras das suas músicas, que geralmente eram mais voltadas para o humor e com muito duplo sentido, passando pelas roupas sempre muito extravagantes que utilizava e pelas danças criadas no palco, como uma espécie de rebolado segurando a barriga.

O artista teve um vasto caminho percorrido ao longo da sua vida artística, sendo que a sua primeira gravação foi feita no ano de 1955. Mas foi somente depois de duas décadas que o cantor se tornou famoso, especialmente pela sua participação em programas de auditórios.

Morre Genival Lacerda, vítima da COVID-19

Lacerda gravou muitos sucessos que ainda hoje estão na cabeça de muitos brasileiros - "Radinho de Pilha", "Severina Xique-xique" (do refrão "ele tá de olho é na butique dela") e "De Quem é Esse Jegue", sendo as mais populares. Com um ar de “cronista do dia a dia”, Genival costumava fazer canções sobre os principais assuntos em debate no Brasil, sempre com humor.

Por sua presença constante na televisão, na década de 80 era comum vê-lo em todas as emissoras, ele se tornou uma referência nacional do forró. No caso de quem crescia no Sul/Sudeste, muito provavelmente a primeira delas.

Postado na seção Notícias em 08/01/2021 às 13:53.

Últimas notícias

As mais acessadas


Pela Web