Letras Web

Cantores internacionais repudiam morte de homem negro nos EUA

George Floyd foi morto por um policial branco e causou reações de nomes famosos.

Diversos grandes nomes da indústria do entretenimento manifestaram repúdio no caso do assassinato de um homem negro de 46 anos de idade por um policial branco. O fato aconteceu nesta semana, na cidade de Mineapólis nos EUA. George Floyd foi imobilizado por um policial e depois teve seu pescoço pressionado pelo joelho do policial por diversos minutos. O homem morreu vitima de asfixia.

Cantores internacionais repudiam morte de homem negro nos EUA

Diversas pessoas que passavam pelo local acabaram gravando aqueles que foram os últimos minutos de vida do homem, que chorava e dizia que não estava conseguindo respirar. Os vídeos rapidamente foram parar na imprensa e se tornaram o principal assunto tratado nos EUA.

Diversos artistas se manifestaram em repúdio ao crime. No stories do Instagram, Grande usou um fundo preto, em sinal de luto, com a hashtag "vidas negras importam" e a mensagem "a justiça não diz respeito à prisão de oficiais em específico, é sobre desmantelar os sistemas que fazem coisas assim possíveis". A postagem termina com outra hashtag, a que pede justiça para George Floyd.

Cantores internacionais repudiam morte de homem negro nos EUA

Justin Bieber postou o vídeo no seu Instagram e escreveu: “Isso precisa parar!” O cantor afirmou ainda que estava enojado, com raiva e triste com essa situação. Outra quem protestou utilizando suas redes sociais foi Madonna, que colocou o seguinte texto nas suas redes sociais:

"Com o joelho no pescoço, algemado e desamparado, (presenciar uma pessoa) chorando pela sua vida com o rosto no asfalto é a coisa mais doentia e dolorosa que já vi em muito tempo. Esse oficial sabia que estava sendo filmado e o assassinou com arrogância e orgulho. Isso tem que parar! Até que possamos superar o racismo na América ninguém deve ser portador de uma arma. Acima de tudo, policiais. Deus te abençoe George Floyd. Sinto muita por você e sua família. e por todos os assassinatos sem sentido que aconteceram antes do seu. Será que isso vai acabar? ?? Peço a Deus que um dia. Até lá - f#-se a polícia! Sim, eu disse isso. Não estou interessada em ser politicamente correta. Estou interessada em Justiça", concluiu.

Postado na seção Notícias em 27/05/2020 às 14:34.

Últimas notícias

As mais acessadas


Pela Web