Letras Web

Cantor de K-pop é expulso de grupo por ter compartilhado vídeos de sexo

Astro da Coreia do Sul acabou se envolvendo em um escândalo sexual.

Mais uma polemica envolvendo um astro da música K-pop acabou sendo assunto nas redes sociais neste começo de semana. O cantor e ator Lee Jong Hyun foi oficialmente desligado do grupo K-pop. O comunicado foi emitido nesta quarta-feira. Segundo o documento enviado para a imprensa, Lee foi convidado a se retirar do grupo CNBLUE, gerenciado pela empresa FNC Entertainment.

Cantor de K-pop é expulso de grupo por ter compartilhado vídeos de sexo

O caso aconteceu na Coreia do Sul, um país que é conhecido por ser muito menos liberal do que outros países em relação a estes assuntos. Segundo o documento que divulgou as razoes do afastamento, Lee teria participado de chats considerados como “ilícitos e sexualmente degradantes”.

Além disso, o cantor e ator teria utilizado estes serviços para compartilhar vídeos ilegais de atos sexuais. Assim que o caso foi descoberto, a empresa responsável pela banda tirou ele do trabalho. Ela se aproveitou de uma desculpa, já que o cantor teria necessariamente que se afastar do trabalho para servir ao exército.

Cantor de K-pop é expulso de grupo por ter compartilhado vídeos de sexo

Mas com a divulgação de novas acusações, que ganharam força na internet, o assunto voltou à tona. Diversos fóruns começaram a compartilhar prints com novas conversas que o astro teria tido com outras pessoas neste chat.

Em comunicado oficial, o artista se desculpa se ofendeu alguém com “palavras e atos inapropriados”. “Embora seja tarde, informo que estou saindo do CNBLUE. Sinto muito por ter causado danos aos outros integrantes. Tenho vergonha de ter desapontado os fãs que acreditaram em mim”, escreveu.

Postado na seção Notícias em 28/08/2019 às 20:57.

Últimas notícias

As mais acessadas


Pela Web