Letras Web
Julinho Gomes

Atalho

Julinho Gomes

7 acessos

Atalho

Um dia saberá por que vive
Talvez morrerás de tédio
Pra que saber daqui
Se o outro lado é o remédio

Sem cura, o mundo é feio
Se está aqui, não sabe à que veio
Desfaça as malas, embarque no ódio
Ou pule e fuja, o fim é mais perto

Não tente mudar
Nem pense em fazer valer
Pois que tudo nasce
Pra morrer

Mal saiu do casulo
e não podes mais voar
Que vida triste leva
quem quiser ficar

Seja simples ser
ou simplesmente
nada a ver

E um dia volte
pra ver o que rolou
nesta bola-de-gude
dos deuses

Não tente mudar
Nem pense em fazer valer
Pois que tudo nasce
pra morrer

Não tente mudar
Nem pense em fazer valer
Pois que tudo nasce
pra morrer


Aquele atalho
que se pega pra apressar
chega mais cedo onde
nunca mais vai voltar

se fosse tão simples
se não desse saudades
se soubesse o caminho de volta
queria a passagem

Não tente mudar
Nem pense em fazer valer
Pois que tudo nasce
pra morrer

Top Letras de Julinho Gomes

  1. Inferno Tem Fim
  2. Não Pude Perceber
  3. Primeiro Violão
  4. Se Foi
  5. No Mato Não Mato
  6. Atalho
  7. A Encomenda
  8. Eu Não
  9. Ponto a Ponto
  10. Vendo O Dia Se Acabar

Pela Web