Letras Web
Grupo Oh de Casa

Súplica De Um Gaúcho

Grupo Oh de Casa

51 acessos

Patrão nas invernadas celestiais
Dai-me as onze braças do teu amor
Para que eu possa laçar a imensa dor
Que correm com bravuras de baguais

Fazei-me um tropeiro das paixões
Que vagam, sem rumo concebido
O guia do irmão que está perdido
Nas escuras noites das ingratidões

Dai-me o maneador da compreensão
Para que eu possa manear as desavenças
E o chicote da fé, para afastar a doença
E a vibração de amor no coração

Permita que eu carregue nos meus tentos
A mochila da esperança salvadora
E o manto azul de Nossa Senhora
Que alivia a todos os tormentos


Deixa-me entrar no curral do teu aparte
Como cordeiro do teu rebanho santo
Dai-me o poder de enxugar o pranto
Evocando o teu nome em toda parte

Patrão-Velho, lá de riba, ouve
A súplica fiel deste vaqueano
Que vive gambeteando os desenganos
Com a alma voltada para ti

Permita, ó bondoso Patrão-Velho,
Que eu siga as pegadas de Jesus
Carregando com coragem a minha cruz
E firmando a fé no teu evangelho

E se alguém, como eu, seguir deseja
A tropeada na estrada espiritual
Dai-me, Patrão, a bandeira fraternal
Para o bem da humanidade, que assim seja


Top Letras de Grupo Oh de Casa

  1. Matando No Cansaço
  2. Pra Fandanguear
  3. Súplica De Um Gaúcho
  4. Cantando a Saudade
  5. Laçador e Estradeiro
  6. Vanerinha Apaixonada
  7. Lida de Peão
  8. Como Matar A Saudade
  9. Vanerinha do Sufoco

Pela Web