Letras Web
G.R.E.S Unidos da Biquinha

Samba Enredo 2015

G.R.E.S Unidos da Biquinha

2 acessos

Maria do bem
Maria do mal
Maria do Amém
Maria Carnaval

Cheirosa, a Maria Fumaça
Guiada na estrela
Parou na estação
Bonita de vermelho e branco
Bailando com o meu pavilhão
Sou feliz, “ó Minha Mãe”
Padroeira me faz delirar
Abençoai com sua luz
Por onde a Biquinha passar
E o meu coração “mariado”
Entusiasmado se apaixonou
Maria é o nome guerreiro
Manto de terreiro, anunciação
Tem muito João que é Maria
E tanta Maria que é João

Rompe Maria Batalhão na frente da Bateria
Marcação de Tamborim
Explosão de alegria
A Maria barraqueira na porta do botequim
Acede uma vela pra ela
E uma uma cachaça pra mim

Maria, óh Maria da Favela
O teu cabelo não, nega!
Tua cor é tradição
Mulata coroada na folia
Loira no rádio, branca na televisão
Maria enredo de força, respeito
Carinho a minha ilusão
Maria conduz esperança
Mulher e criança, mãe de geração
Acorda que o galo cantou
A água e o café já tá no coador
Coloca um vestido de chita
Sandálias de fitas
Teu dia chegou, Bonita

Fina, figurino, te convido prá sambar
Lindas borboletas, bailarinas pelo ar
Meu amor pra você é paixão sem igual
Um selfie pra eternizar
Bum Bum, na tela do meu celular


Top Letras de G.R.E.S Unidos da Biquinha

  1. Samba-Enredo 2014 - Risus
  2. Samba-Enredo 2013 - Festa Cigana: Biquinha 40 Anos
  3. Samba Enredo 2015

Pela Web