Letras Web
G.R.E.S. Tupy de Brás de Pina

Samba-Enredo 2017 - O Dom de Wilson Das Neves

G.R.E.S. Tupy de Brás de Pina

2 acessos

No axé do meu samba, seu nome é sagrado
Na fé, no recado, no som do tambor
Tupy canta forte: Ô Sorte!
Wilson das Neves chegou

Num mosaico de lembranças
Desde criança o menino aprontou
Guiado pelas folhas de Ossaim
Nas águas da Oxum se batizou
Ora iê iê o Minha Mãe
O dom da arte irradia
No ganha pão a melodia
Do atabaque a bateria

Dobre o rum ogã, que o malandro chegou
Na ginga do samba o gênio imortal
De azul e branco o talento musical
Ritmando o nosso carnaval

Cantor, compositor, baterista consagrado
Levado por Bituca aprendeu
Lembrando a Jazz Band a saudade bateu
Carioca, Rubro Negro, Imperiano
O bisavô encantado
Ganhou o mundo e hoje vem
Receber os nossos Parabéns!


Top Letras de G.R.E.S. Tupy de Brás de Pina

  1. Manoa, Um Sonho Dourado
  2. Essa Nega Fulô
  3. Seca do Nordeste
  4. Assim Dança o Brasil
  5. Riquezas Áureas da Nossa Brasil
  6. Samba Sinfonia de Uma Raça
  7. Rio Boa Praça
  8. Samba-Enredo 2017 - O Dom de Wilson Das Neves

Pela Web