Letras Web
G.R.E.S. Estácio de Sá (RJ)

Rildo Hora: a Ópera de Um Menino... o Toque do Realejo Rege o Seu Destino!

G.R.E.S. Estácio de Sá (RJ)

8 acessos

Vai meu Leão do Norte a poesia da coração
Divino dom, o som do realejo a tocar
Cifrando o grande destino de um sonhador
E vai o menino mostrar seu valor
"Inté Asa Branca", partiu pra brilhar
Navega por um mar de inspiração
Aporta nessa doce ilusão
E no terreiro
Se apaixona pelo Rio de Janeiro

Lá vem o trem do samba
Saudade que não se desfaz
E traz do céu essa gente bamba
Poetas imortais

A musicalidade em sua vida fez brotar
Acordes, que nos fazem viajar
Num sonho especial
"Chorar pra que"? "eu deixo a vida me levar"
"Os teus meninos" hoje vão te eternizar
Teu anjo negro a nos guiar
Maestro...
Venha reger o meu tesouro
Faz reluzir na avenida
A minha orquestra medalha de ouro

Tem melodia no ar... Estácio de Sá
É emoção!!
É Rildo Hora o gênio da canção
Bem no compasso do meu coração


Top Letras de G.R.E.S. Estácio de Sá (RJ)

  1. Pavilhão do Amor (samba de exaltação)
  2. O boi dá bode (1988)
  3. O Ti Ti Ti do Sapoti (1987)
  4. Paulicéia Desvairada - 70 anos de Modernismo (1992)
  5. Samba Enredo 1975 - Festa do Círio de Nazaré
  6. Samba Enredo 1983 - Orfeu do Carnaval
  7. Samba Enredo 1973 - rá, la, la, la, um hino ao carnaval brasileiro de Lamartine Babo
  8. Semente de Uma Raiz
  9. A dança da Lua (1993)
  10. Samba Enredo 2005 - Arte negra na legendária Bahia

Pela Web