Letras Web
Gerlane Lops

Reconvexo

Gerlane Lops

4 acessos

Sou a chuva que lança a areia do Saara
Sobre os automóveis de Roma
Sou a sereia que dança, a destemida Iara
água e folha da Amazônia

Eu sou a sombra da voz da matriarca da Roma Negra
Você não me pega, você nem chega a me ver
Meu som te cega, careta, quem é você ?
Que não sentiu o swing de Hanry Salvador
Que não seguiu o Olodum balançando o pelô
E que não riu com a risada de Andy Warhol
Que não, que não, e nem disse que não

Eu sou o preto norte - americano forte com um brinco de
ouro na orelha
Eu sou a flor da primeira música,
A mais velha mais nova espada e seu corte

Eu sou o cheiro dos livros desesperados de Gitá Gogoya
Seu olho me olha, mas não me pode alcançar
Não tenho escolha, careta , vou descartar
Quem não rezou a novena de Dona Canô
Quem não seguiu o mendigo Joãozinho Beija - Flor
Quem não amou a elegância sutíl de Bobô
Quem não é recôncavo e nem pode ser RECONVEXO


Top Letras de Gerlane Lops

  1. Piaba de Ouro
  2. Tempo de Varanda
  3. Primeira Viagem
  4. Boi Aroeira
  5. Alma de Poeta
  6. Eu Só Quero Um Xodó
  7. Seu Jeito de Amar
  8. Eu Pronuncio Teu Nome
  9. Chega
  10. Samba do Grande Amor

Pela Web