Letras Web
Geová Rodrigues

Cisterna

Geová Rodrigues

9 acessos

Cisterna, caixa de captação, da chuva que cai do céu,
Pra molhar o meu sertão. (2x)

Esse nordeste, sofrido e castigado,
por tantos anos de sêca,
Sem ter a quem recorrer.
O sertanejo, valente e lutador,
Transforma, água de chuva,
Num simples gesto de amor.

Cisterna...

O sertão sêco, pela chuva suspirar,
Já não dá mais pra agüentar,
É tanta lamentação!
É bom que exista um povo, organizado
Caminhando, lado-a-lado,
Mudando a situação.


Top Letras de Geová Rodrigues

  1. Terra e paz, guerra...jamais!
  2. Ao Poeta
  3. Cisterna

Pela Web