Letras Web
Garoto Amargo

A Liberdade da Razão

Garoto Amargo

5 acessos

Não valeu a pena ter razão
Na razão é só o que ela crê
Não me valeu a iluminação
Amor foi tudo tão démodé
Esclarecidos como ruínas
As nossas sobras pelo chão
A paixão é sua indisciplina
Onde estava a inspiração?

Porque era tão experimental?
Querida, sozinha na estrada
Nem sempre será carnaval
A dois poderíamos sobrevier
Mas o que te sobra de opinião
Tem me faltado de coragem
Foram respostas sem questão
Tudo antes do amanhecer

Eu quis de tudo, eu acreditei
Amor eu só queria sua mão
Não há o dono da verdade
Não existiu multiplicação

Porque era tão experimental?
Querida, sozinha na estrada
Nem sempre será carnaval
A dois poderíamos sobrevier
Agora cruze esta estrada
O gosto amargo do conhaque
Querida não foi nada
Eu amava e vai passar

Eu quis de tudo, eu desacreditei
Amor eu só queria entender
Por que não levamos em conta
toda insustentável leveza do ser


Top Letras de Garoto Amargo

  1. Cenas de Um Mundo Moderno
  2. Pensei Que Era Rock
  3. Todo Sentido (O Vento Leva)
  4. Por Um Mundo Mais Doce
  5. A Liberdade da Razão

Pela Web