Letras Web
Charlotte Gainsbourg

Time of the Assassins (tradução)

Charlotte Gainsbourg

37 acessos

Eu ando em uma linha
Eu vejo onde estou indo
Eu saio dela
Dos dias que eu conheço
Eu encaro a mim mesmo
E desisto do fantasma
Mudo meu pensamento
Que a essa hora já sabe
No tempo dos assassinos eles dizem "Hallelujah"
Não é preciso um milagre para erguer um coração da morte
Eu vasculho as cinzas
Procuro um sinal
Abro a ferida
Que me mantém na linha
O ombro que se vira
A chama que se apaga
O capítulo que eu fecho
Não há nenhuma razão pra isso agora
No tempo dos assassinos eles dizem "Hallelujah"
Não é preciso um milagre para erguer um coração da morte
E alguma coisa pode mudar?
E ainda sente o mesmo
O início é o fim
Eu começo tudo de novo
No tempo dos assassinos eles dizem "Hallelujah"
Não é preciso um milagre para erguer um coração da morte

Letra original

I walk in a line
I see where I'm goin'
I turn inside out
The days that I've known
I face to myself
And give up the ghost
I turn in my mind
What time already knows
In the time of the assassins they say "Hallelujah"
It doesn't take a miracle to raise a heart from the dead
I sift through the ash
I look for a sign
I open the wound
That keeps me in line
The shoulder that turns
The flame that goes out
The chapter I close
There's no point to it now
In the time of the assassins they say "Hallelujah"
It doesn't take a miracle to raise a heart from the dead
And can something changed
And still feel the same
The beginning's the end
I start all over again
In the time of the assassins they say "Hallelujah"
It doesn't take a miracle to raise a heart from the dead


Top Letras de Charlotte Gainsbourg

  1. Dandelion (tradução)
  2. Trick Pony (tradução)
  3. 5:55 (tradução)
  4. Time of the Assassins (tradução)
  5. L'un part, l'autre reste
  6. Le Chat Du Café Des Artistes (tradução)
  7. Beauty Mark (tradução)
  8. Tel Que Tu Es (tradução)
  9. The Songs That We Sing (tradução)
  10. Don't Forget To Forget Me (tradução)

Pela Web