Letras Web
Fabricio Santana

Alma de Um Rio

Fabricio Santana

3 acessos

Tempestade cai no meu leito
Barcos vem e vão no meu pensamento
Água não há mais nem mesmo pra chorar
Muito menos pra desaguar no mar...
Não mato mais a tua sede
Não molho mais as tuas plantas
Não passo mais no teu quintal
E a tristeza prevalece
Enquanto isso o sol te aquece terra.

Sempre vou está no teu pensamento
Na água do mar tem um pouco de mim
Quando me encontrar transformado em nuvem vou teSombrear e chorar sobre ti...
Vou derramar a minha água que restou
Pra te mostrar o quanto é grande meu amor
Amada terra
Por muito tempo transbordei nas tuas veias
Tirei barcaças em tuas bancas de areia
Não sou mais um rio
E o meu desafio é não mais lamentar

Top Letras de Fabricio Santana

  1. Samba Para Um Amigo
  2. Ligeira Estrada
  3. Morena
  4. Volta Pra Mim
  5. Presente A Iemanjá
  6. Um Pequeno Samba
  7. Prosa E Versos
  8. Viver
  9. Já Passou O Carnaval
  10. Alma de Um Rio

Pela Web