Letras Web
Fabricio Rosil

Canto de Glória

Fabricio Rosil

12 acessos

Canto de Glória

Zumbi, Zumbi, Zumbi...

Canto samba pra me acalmar
Pra afugentar a tristeza
Canto versos pra alegrar

O menino chorou (O menino chorou)
Quando ouviu o apito
A cuíca roncou (A cuíca roncou)
Retrato de um abismo

Trânsito abafado, alucinado
Quem trabalho é rei
Ser alfabetizado eis meu pecado
Pois agora eu sei

A hitória não volta,
Mas na volta da história
O lamento não cessa
A mandinga é prosa, uma forma gostosa
De não se escravizar

A hitória não volta,
Mas nos vultos da história
Nos encitam a glória de esperaça buscar

Caminhos tortuosos, trevos, traços ilusórios
Onde chegar?

Canto samba pra me acalmar
Pra afugentar a tristeza
Canto versos pra alegrar

Zumbi, Zumbi, Zumbi...

O menino chorou (O menino chorou)
Quando ouviu o apito
A cuíca roncou (A cuíca roncou)
Retrato de um abismo

Trânsito abafado, alucinado
Quem trabalho é rei
Pena que o tempo passa
E só não passa o que eu já passei


Top Letras de Fabricio Rosil

  1. Marreteiro
  2. A Bala
  3. Anonimato Hereditar
  4. Cabeça Chata
  5. Canto de Glória
  6. Jangada
  7. Gabriela
  8. Fonte de Emoção
  9. Ordem e Progresso
  10. O Grande Cenário Tropical

Pela Web