Estrela Leminski e Téo Ruiz

Na Roda da Saia Vermelha

Estrela Leminski e Téo Ruiz

Sapato de salto alto
Mais alto pro vento levar
Um céu azul da boca
Maquiagem pra se alimentar
Seu pé de laranja doce
Fruto da fruta, quitanda de cá
Minha mão-de-obra na sua
Passo leve pra não machucar

Vai menina,
Vem sereia (girando)
Na roda da saia vermelha

Na roda da saia vermelha
Vento entrando devagar
Péle e pêlo pelo mar
Na mandala do teu seio
Terra, fogo, água e ar
Uma concha, um aconchego
Passo leve pra não despertar

Vai menina,
Vem sereia (girando)
Na roda da saia vermelha

Vai contra a maré
Pro seu corpo balançar
Aprendendo que a fé
É importante não cegar
Vai seguindo vai a pé
Solta o corpo pra cantar
Vai sabendo que o caminho
É tão bom quanto chegar"

Curte essa música? Espalhe nas redes sociais!

Recomendado para você

Curtiu? Deixe seu comentário!