Letras Web
D'lOkOS

Favela x Sistema

D'lOkOS

18 acessos

Favela x sistema bandido policia gatilhopuxado se pá tá trepado
Um ferro na sinta muita farrinha carro dinheiro mais seu pesadelo
Inimigo na escama na cena do 12 tudo normal dinheiro no bolso pó
No nariz será que é feliz canhão tá na mão quer viver de ilusão
Na vida do cão quem mata morreu o destino é seu agora sofreu
Enquadro na esquina policia na brisa escama de peixe não tem
Quem esquiva eis aqui um labirinto sem saida não tem alternativa
Um ciclo vicioso onde o mal domina não subistima maldade vagano na vila
38 pipoco roleta russa o pé na porta coroa asusta o brilho da lua
O grito de ajuda o choro da mãe o pingo da lagrima a poça de sangue
A vela se apaga soldado do crime jornada sem medalha no começo é só
Alegria o fim se já sabia passa ano passa dia de toque vive a pipa
Dinheiro pros parceiros o que sobrou pra tua familia.

Refão:periferia extrema favela sistema se liga bandido no esquema
Policia mato a mãe enterro saudade fiko agora me entenda
A paz o dilema policia problema (periferia extrema favela sistema)

Rá que mundão loko gatilho do 38 gira troca de tiro com a policia
Tá armado então atira caiu na armadilha vida sombria subiu de chapeu
Na calada senteça decretada colete a prova de bala o peito aberto o tiro
Que varra deita cabelo janela fechada caminhada macabra insana o sangue derrama
Castelo de areia sempre desmancha caminhou na corda bamba caiu deitado não foi
Na cama como dizia a mama jesus te ama e o capeta te engana
Ti da dia pá te toma de caçamba quem dizia ser seu amigo tomou distancia
Imaginou seguir no crime é segurança muitos vi cai no clik clek
Titanic aice berg robocape marionete quem é gelo o fogo derrete voçe
Mesmo apertou delete o seu fim foi mais rapido que dan flesh
Então me diga veja o martilio que se encontra sua vida

Refão:periferia extrema favela sistema se liga bandido no esquema
Policia mato a mãe enterro saudade fiko agora me entenda
A paz o dilema policia problema (periferia extrema favela sistema)

Hé né jhou clik clek pó aniquilo afirma loko a mãe chorou cauvario valado
Se asimilo ao fim dos tempos tá a solta maligno sangrento crime
Que abraça na falsa gueto tormentos lamentos daquele jeito eu vejo
Varias mães chorando dor no peito cabo respeito bala
Perdida se espalha no beco o beco crime imaginou que era um filme
Cena triste voçe num labirinto vagando sem destino escuridão barrulho de gatilho
Das trevas o chão forado de espinhos quanto manos já perdi
Na busca da ar 15 kavasaki handa civic pião na vargas droga mocosada
Muleke de campana paisana que creçe na escama mais não demora muito
Seu castelo desmorona ai loko não se lembro casa caiu predio tombo se esqueceu
Ebtão se lembra foi tipo a torre gemeas,
Bateu o martelo fim dos meritos decreta sua senteça.

Refão:periferia extrema favela sistema se liga bandido no esquema
Policia mato a mãe enterro saudade fiko agora me entenda
A paz o dilema policia problema (periferia extrema favela sistema)


Top Letras de D'lOkOS

  1. Favela x Sistema
  2. O Que Me Faz Sofrer
  3. Coisa Facil Não Complica
  4. Mary Juana
  5. Tudo Noiz
  6. Maryhuana
  7. Tudo Nóis

Pela Web