Letras Web
Dezembro Negro

Vídeos

Dezembro Negro

5 acessos

Até o sol está nascendo triste
Não brilha mais com a mesma intensidade
Até os olhos de um cego tem a mesma visão
As mesmas armas, o mesmo batalhão.

Todo dia você diz a mesma coisa
Quando é que você vai mudar.

Até as brancas nuvens, cinza agora estão.
Os pingos ácidos de chuva queimam minhas mãos
Até o som de uma explosão
Ecoa gritos para a morte, a morte os chama então

Todo dia você diz a mesma coisa
Quando é que você vai mudar.

Todo dia vocês fazem a mesma coisa
Quando é que vocês vão parar.


Top Letras de Dezembro Negro

  1. Vídeos
  2. Vício
  3. Futuro
  4. Espelho Quebrado
  5. Houve um Tempo

Pela Web