Letras Web
Deolinda Rodrigues

Fado da Madragoa

Deolinda Rodrigues

49 acessos

Ò triste Madragoa
Tens a esperança e nada mais
E há tanta coisa boa
Noutros bairros teus rivais
Ò pobre Madragoa
Não tens um só painel
Um arco ou um brazão
Só tens ó Madragoa
Nos lábios doce mel
No peito um coração

Uma saudade o mar tem
Seu Monumento em Lisboa
Velho bairro popular
Sombrio e vulgar
Que é a Madragoa
E reza a história que foi lá
Numa noite de natal
Que veio à luz o primeiro
Herói marinheiro
Que honrou Portugal

Ò pobre Madragoa
Não tens um só painel
Um arco ou um brazão
Só tens ó Madragoa
Nos lábios doce mel
No peito um coração

Ò triste Madragoa
Tens a esperança e nada mais
E há tanta coisa boa
Noutros bairros teus rivais
Ò pobre Madragoa
Não tens um só painel
Um arco ou um brazão
Só tens ó Madragoa
Nos lábios doce mel
No peito um coração


Top Letras de Deolinda Rodrigues

  1. Cantiga da Rua
  2. Fado da Madragoa
  3. Fon Fon Fon
  4. O Fado Não É Mau
  5. Eu Tenho Um Melro
  6. Movimento Perpétuo Associativo
  7. Contado Ninguém Acredita
  8. Fado Toninho
  9. Não Sei Falar de Amor

Pela Web