Letras Web
De Marte À Saturno

Cinzas De Alguém Que Não Existe Mais

De Marte À Saturno

4 acessos

Suas cinzas voltaram
E fizeram da minha cabeça
Uma confusão de mentiras
E coisas que não voltam mais

No fim do outono eu levei
Seu corpo não queria mais
O fogo ardiana alma
Mas o agora o que fazer
Lembrando o amanhã que não existe mais

Vermelho é o fogo
Laranja é a brasa
Preto é o meu coração


Ventos do norte
E tormentas do sul
Lavem meus ossos
E lapidem minha vida
Espero não ter mais
Espero não ver mais
Cinzas de alguem que não existe mais


Top Letras de De Marte À Saturno

  1. Canção Eterna e Tão Distante a Um Passado Naufragado
  2. Magali
  3. Inconsequências
  4. Resistência
  5. Inverno
  6. Cinzas De Alguém Que Não Existe Mais
  7. Amanhã Assim Será

Pela Web