Letras Web
Daniel Monteiro

Areia

Daniel Monteiro

3 acessos

Areia, somente areia
E o vento que não pára de soprar
Ninguém, nem ao menos alguém
Pra disputar esta vazio

Chamei de pensamento
O resto de vontade de sentir o sol queimar
Pra quem sobrevive à falta e à sombra corre sem pensar
É um prazer entender o porquê dos espinhos
(entre as dunas procurar a rosa)

Areia, somente areia
E o vento que não pára de soprar
Ninguém, nem ao menos alguém
Pra disputar esta vazio

É um prazer entender o porquê dos espinhos
(entre as dunas procurar a rosa)

A prata que aqui não existe, ninguém irá roubar
O pouco, o cansaço, o rouco, ninguém irá escutar
Ninguém irá olhar

Areia, somente areia
E o vento que não pára de soprar
Ninguém, nem ao menos alguém
Pra disputar esta vazio


Top Letras de Daniel Monteiro

  1. Coletivo de Focas
  2. Meditação Sobre o Flerte
  3. Na Manhã Antes do Sol
  4. Areia
  5. Transcendental

Pela Web