Letras Web
Caras de Vidro

Lana Lama

Caras de Vidro

7 acessos

Porcos vivem sobre a lama
Um homem sobre o seu altar
E onde está a pomba branca?
Que não vive pra poder voar

Guerras não justificáveis
Não há mais tempo para protestar
Corvo sobre as nossas vidas
Lá na queima vive la bahia

Deixem os porcos comerem em paz
Deixem os porcos viverem na paz
Enquanto houver lingüiça boa
Tudo ficará em paz

Voe corvo negro, voe
Não há mais nada pra manifestar
Você fez tudo que um dia podia
Agora só lhe resta voar

Cante corvo negro, cante
Sobre o céu, a terra e o mar
Você tem tudo que na vida queria
Agora você tem que voar

(voe! para a lama voar)

Deixem os porcos comerem em paz
Deixem os porcos viverem na paz
Enquanto houver lingüiça boa
Eu não volto nunca mais


Top Letras de Caras de Vidro

  1. Lana Lama

Pela Web