Letras Web
Cândida Branca Flor

Canção Da Roupa Branca

Cândida Branca Flor

11 acessos

Ai rio não te queixes,
ai o sabão não mata!
Ai até lava os peixes,
ai põe-os cor de prata!

Roupa num monte a corar:
vê lá bem tão branca e leve!
Dá ideia a quem olhar,
vê lá bem que caiu neve.

Água fria, da ribeira,
água fria que o sol aqueceu!
Ver a aldeia traz à ideia
roupa branca que a gente estendeu.

Três corpetes, um avental,
sete fronhas e um lençol,
três camisas do enxoval,
que a freguesa deu ao rol.

Ai olha o enxoval,
ai feito de urzes brancas!
Ai parece um pombal,
ai só de pombas brancas!

Um lençol de pano cru:
vê lá bem tão lavadinho!
Dormimos nele eu e tu,
vê lá bem, ficou de linho.


Top Letras de Cândida Branca Flor

  1. O Cochicho
  2. Trocas & Baldrocas
  3. Gira Discos
  4. Trocas e Baldrocas
  5. Canção Da Roupa Branca
  6. A Agulha e o Dedal
  7. Vinho Do Porto (vinho De Portugal)
  8. Trocas & Baldrocas

Pela Web