Letras Web
Bersuit Vergarabat

El Baile de La Gambeta (tradução)

Bersuit Vergarabat

115 acessos

Portanto agora vamos dançar,
Para mudar esse destino.
Se sabemos driblar,
Para afastar a morte.
Vamos dançar,
Para mudar esse destino,
Se sabemos driblar,
Para afastar a morte.
E porque sim,
Porque as bolas que sobraram,
As mate no peito,
E não as jogue fora.
Para jogar
De locais em qualquer corte,
Apesar de colocar o coração,
E você o coloca no prato.
Refrão
E porque sou,
Da escola da bola,
Eu vou com a fantasia
Até uma estratégia fria.
E, se não houver taça,
Haja pessoas para enfrentar,
Saltando sobre a dor
E nascer de novo ...
Vamos! ..
E sim, me vou
Assim como de repente
É como uma viajem a mais
Para eu que viajo sempre.
Se eu morrer,
Eu não quero como a ovelha,
Que, quando não dá mais lã
O mestre dos massacres.
Refrão
Toma-la de você, dê-me a mim
Se você quer ficar ... Por que você não vem?
Movela como é,
Que chegou a hora
Da dança do drible.
Para mudar esse destino
Fantasio uma jogada
Que há de aguentar a morte
Com a bola adiante
Para mudar esse destino
Traga a alma de uma queixa
Devemos banir a morte
E o couro é pura vida.
Para mudar esse destino
Se o dado já está lançada
Devemos afastar a morte.
E no final do jogo,
Para mudar de sorte
Eu marquei um gol no coração
Devemos banir a morte
Para gritar ao esquecimento
Para mudar esse destino
Refrão

Letra original

Por eso ahora vamo´ a bailar,
Para cambiar esta suerte.
Si sabemos gambetear
Para ahuyentar la muerte.
Vamo´ a bailar,
Para cambiar esta suerte.
Si sabemos gambetear
Para ahuyentar la muerte.
Y por que si,
Porque sobran las bolas,
De matarla con el pecho
Y no tirarla afuera.
Para jugar
De local en cualquier cancha,
Aunque pongo el corazón
Y vo´ ponés la plancha.
(estribillo)
Y, porque soy
De la escuela del bocha,
Voy con la fantasía
A la estrategia fría.
Y, si no hay copa,
Que haya cope para la gente,
Que salta sobre el dolor
Y nace nuevamente...
¡vamo´!..
Y si me voy,
Así como de repente,
Es como un viaje más
Para el que viaja siempre.
Si he de morir,
No quiero como la oveja,
Que cuando no da más lana
El amo la degüella.
(estribillo)
Tomala vos, dámela a mí,
Si te quedas... ¿por qué no venis?
Movela como sea,
Que ya llegó la hora
Del baile de la gambeta.
Para cambiar de suerte
Fantaseo una jugada
Hay que ahuyentar la muerte
Con la pelota encendida.
Para cambiar de suerte
Lleva el alma de una queja
Hay que ahuyentar la muerte
Y el cuero es pura vida.
Para cambiar de suerte
Si la suerte ya está echada
Hay que ahuyentar la muerte.
Y es el final del partido,
Para cambiar de suerte
Meto un gol de corazón
Hay que ahuyentar la muerte
Para gritarle al olvido
Para cambiar de suerte
(estribillo)


Top Letras de Bersuit Vergarabat

  1. El Baile de La Gambeta (tradução)
  2. Luna Hermosa (tradução)
  3. Un Pacto (tradução)
  4. Sencillamente (tradução)
  5. Perro Amor Explota (tradução)
  6. Se Viene (tradução)
  7. La Logia (iambo Iombo)
  8. Mi Caramelo (tradução)
  9. Uffffff
  10. ¿Qué Pasó? (tradução)

Pela Web