Letras Web
Bathory

The lake (in album Blood On Ice) (tradução)

Bathory

96 acessos

O homem de olhos velha me disse que o rosto que eu vou ver
Paralisou mil homens valentes certeza da vitória
Eu não posso lutar com os olhos vendados e eu congelar, se eu deveria ver.
Então eu preciso sacrificar meus olhos para ver tudo de dentro.
O homem de olhos velha disse-me de um lago que ninguém conhece.
Onde a extremidade do céu une-se com os pés de fundo inúmeras no fundo
E ele disse-me quando este mundo era jovem nele é profundidades olho, ele tinha jogado
Assim que, apesar de um olho só, ele poderia ver mais do que pode ser visto.
Eu vou fazer os meus olhos para dentro do lago.
Assim que eu vou ver por dentro
Eu vou fazer os meus olhos para dentro do lago
E quando cego eu ainda vou ver.
Na parte inferior do lago.
Meus olhos dois vai brilhar como as estrelas
Na parte inferior do lago
Eu vou ver, não importa quão perto ou longe
Independentemente de qual velocidade o meu cavalo
Leva-me durante a noite
Não importa o quão forte a lâmina da minha espada parece ser.
Mesmo com a ajuda de dois pares de maneira olhos para o alto
No final, antes da Besta, é o rosto que eu teria que ver.
Mas com meus dois olhos nas profundezas minha visão é suprema
Eu vejo todas as coisas que não podem ser vistas
Mas não a minha mão que é realizada na frente de mim.
O cara que me faz congelar
Agora eu preciso não ver nada.
Vou sentir a presença da Besta.
Mas não vai precisar olhar para baixo ele não existe mais.
Eu joguei meus olhos dentro do lago.
Assim que eu vou ver por dentro
Eu jogo meus olhos para dentro do lago
E agora, quando eu ainda cego ver.
Na parte inferior do lago.
Meus olhos estão brilhando como duas das estrelas
Na parte inferior do lago
Vejo agora não importa o quão perto ou longe

[ Terras altas ...]

[Primeiras horas da manhã ...]

["Em direcção a norte. Sentado em seu cavalo de oito patas majestoso branco. Seu]

[espada pendurada nas costas. Sentindo o seu caminho amigos de penas para o alto. vendo]

[tudo o que vêem. Sentindo-se tudo o que sentem. Embora o sol acaba de cortar o]

[horizonte, a leste de trazer um novo dia, as sombras agora parecem crescer]

[mais poderosa para cada passagem nestas montanhas. Montar em uma névoa espessa, o seu]

[sentidos alerta. Vozes distorcidas nas sombras sussurrando para ele. insultos]

[ele. Ele sabe que sua missão. Ele conhece os poderes ea magia que ele birngs com]

[como ele cavalga através do vale da morte, onde o tempo eo espaço têm]

[deixou de existir. Os olhos do invisível são sobre ele. Os espíritos da sua]

[Tempo de pais há muito tempo andando ao lado dele.]

Letra original

The one eyed old man told me that the face that I will see
Has paralysed a thousand brave men sure of victory
I cannot fight blindfolded and I'd freeze if I should see.
So I need to sacrifice my eyes to see all from within.
The one eyed old man told me of a lake that no-one knows of.
where the end of the sky unites with the bottom countless feet down deep
And he told me when this world was young into it's depths his eye he had thrown
So that though one eyed, he could see more than can be seen.
I'll throw my eyes into the lake.
So that I will see from within
I'll throw my eyes into the lake
And when blind I will still see.
At the bottom of the lake.
My two eyes will shine like the stars
At the bottom of the lake
I will see no matter how near or far
Regardless at which speed my horse
takes me through the night
No matter how sharp the blade of my sword seems to be.
Even with the aid of two pair of eyes way up high
In the end before the Beast, it's face I would have had to see.
But with my two eyes in the depths my vision is supreme
I see all things that can't be seen
but not my hand that is held out in front of me.
The face that makes me freeze
I now need not see at all.
I'll feel the presence of the Beast.
but will not need stare him down no more.
I've thrown my eyes into the lake.
So that I will see from within
I've throw my eyes into the lake
And now when blind I still see.
At the bottom of the lake.
My two eyes are shining like the stars
At the bottom of the lake
I now see no matter how near or far

[The Highlands...]

[Early morning hours...]

["Heading north. Sitting upon his majestic eight-legged white stallion. His]

[sword slung on his back. Sensing his feathered friends way up high. Seeing]

[all they see. Feeling all they feel. Though the sun has just cut the]

[horizon in the east to bring a new day, the shadows now seem to grow]

[mightier for each passage in these mountains. Riding into a thick mist, his]

[senses alert. Distorted voices in the shadows whispering to him. Taunting]

[him. He knows his mission. He knows the powers and the magic he birngs with]

[him as he rides trough the valley of death, where time and space have]

[ceased to exist. The eyes of the unseen are upon him. The spirits of his]

[fathers long time gone riding next to him.]


Top Letras de Bathory

  1. A Fine Day To Die (tradução)
  2. Nordland (tradução)
  3. Blood Fire Death (tradução)
  4. Call From The Grave (tradução)
  5. The lake (in album Blood On Ice) (tradução)
  6. Valhalla (tradução)
  7. Born To Die (tradução)
  8. Raise The Dead (tradução)
  9. The Woodwoman (tradução)
  10. Song To Hall Up High (tradução)

Pela Web