Letras Web
Amália Rodrigues

Maria Lisboa

Amália Rodrigues

16 acessos

É varina, usa chinela,
tem movimentos de gata;
na canastra, a caravela,
no coração, a fragata.

Em vez de corvos no xaile,
gaivotas vêm pousar.
Quando o vento a leva ao baile,
baila no baile com o mar.

É de conchas o vestido,
tem algas na cabeleira,
e nas veias o latido
do motor duma traineira.

Vende sonho e maresia,
tempestades apregoa.
Seu nome próprio: Maria;
seu apelido: Lisboa.


Top Letras de Amália Rodrigues

  1. Apanhar O Trevo
  2. O Xaile da Minha Mãe
  3. Duas Luzes
  4. Lisboa Antiga
  5. Dom Solidom
  6. Tiro Liro Liro
  7. Rosa Vermelha
  8. Havemos de Ir a Viana
  9. O Namorico de Rita
  10. Canção Do Mar

Pela Web