Letras Web
Amália Rodrigues

Fado Dos Fados

Amália Rodrigues

38 acessos

Amália Rodrigues - Fado Dos Fados


Naquele amor derradeiro
Madito e abençoado
Pago a sangue e a dinheiro
Já não é amor, é fado

Quando o ciúme é tão forte
Que ao próprio bem desejado
Só tem ódio ou dá à morte
Já não é ciúme, é fado

Canto da nossa tristeza
Choro da nossa alegria
Praga que é quase uma reza
Loucura que é poesia
Um sentimento que passa
A ser eterno cuidado
Em razão duma desgraça
E assim tem de ser, é fado

Um remorso de quem sente
Que se voltasse ao passado
Ficaria novamente
Já não é remorso, é fado

E esta saudade de agora
Não de algo bem acabado
Mas as saudades de outrora
Já não é saudade, é fado


Top Letras de Amália Rodrigues

  1. Apanhar O Trevo
  2. O Xaile da Minha Mãe
  3. Lisboa Antiga
  4. Duas Luzes
  5. Tiro Liro Liro
  6. Dom Solidom
  7. Havemos de Ir a Viana
  8. Canção Do Mar
  9. Rosa Vermelha
  10. O Namorico de Rita

Pela Web