Letras Web
Alexander Martins

É Parecido Mas Não É Igual

Alexander Martins

6 acessos

[Refrão 3 vezes ]

Preto e pobre
É parecido, mas não é igual

[ Ponte ]

Viva a descriminação
E o preconceito social

[ Estrofe]

Chegando ao mercado
Junto com sua família
Tudo combinado
No carro ele ficaria
A filha pequena
Dorme no banco de trás
E algo tão estranho
Vem tirando sua paz
Um homem apressado
Estava a se aproximar
O homem estava armado
Pronto para o matar
Lutando pela vída
Os dois foram parar no chão
Ficando sem saída
Diante desta confusão
Ele foi carregado
Sabia que vai apanhar
Estava humilhado
E não podia acreditar
Roubando o próprio carro
Esta era a acusação
Um caso muito raro
Com muita descriminição
Negando a todo instante
Mas não iria adiantar
Seu preto irritante
Hoje eu vou te matar
Foi quando a polícia
Estava nesta confusão
As agressões pararam
Mas, não a descriminação
Você já foi detido
Três vezes eu vou te falar
Seu rosto já diz tudo
Nem pense que pode negar
A sua família
Viu aquela confusão
O rosto ensanguentado
Cheio de deformação
Soldados da polícia
Não quiseram o socorrer
Processem esse mercado
Que eu não quero nem saber.

[Refrão]

Top Letras de Alexander Martins

  1. Mário Mudou de Vida
  2. É Parecido Mas Não É Igual

Pela Web