Letras Web
Adriana Peixoto

Zé Mané

Adriana Peixoto

8 acessos

O Zé vive de bobeira no bar da esquina
Jogando baralho, mexendo com "as mina"
Deve a todo mundo e não pega ninguém
Diz que é malandro no papo
E não se embaraça
Que sai, se diverte inda bebe de graça
E pendura a conta em nome de alguém
Diz pra todo mundo que é sacoleiro
E apadrinhado
Que vende muamba pra todo lado
E que se garante se o bicho pegar
E que não esquenta com a tal malandragem
E nem com a polícia
Adora um ibope
Quer ser a notícia
Mas, sempre se esconde se o bonde passar, devagar

Refrão:
Ô Zé, pára de caô
Ô Zé, paga o que tomou
Ô Zé, tua batata tá assando
Ô Zé, vê se dá um tempo
Ô Zé, assim eu não te agüento
Ô Zé, vão acabar te esquentando

O Zé, marrento e mané
Que não liga pra nada
Se tiver muvuca ele tá na parada
Tá sempre caído pedindo um qualquer
Acorda lá pro meio dia
E depois não faz nada
A noite vadia até de madrugada
Tentando encontrar um otário qualquer
Diz que é pagodeiro
E compositor de sucesso gravado
Que até samba enredo
Ganhou um bocado
Mas que hoje em dia faz coisa melhor
Que já foi bacana
Com casa na praia e carro importado
Mulher e bebida pra todo lado
Mas, infelizmente hoje tá na pior, tenha dó /

(Refrão)

Ô Zé, pára de caô...


Top Letras de Adriana Peixoto

  1. De Cabeça pra Baixo
  2. Ação entre Amigos
  3. Elizeth
  4. Zé Mané
  5. Outra vez nunca mais
  6. Na Batucada da Vida
  7. Passagem da Ilusão

Pela Web